Na Copa do Mundo das mídias sociais, Brasil fica com o vice-campeonato; Portugal leva o título graças a Cristiano Ronaldo

{tittle}

Estudo mundial realizado pelo grupo internacional de relações públicas ECCO, em parceria com a ADS Comunicação Corporativa, analisou os canais de mídias sociais dos jogadores convocados das 32 seleções participantes da Copa do Mundo;

– Brasil é o 2º colocado no ranking dos países, atrás apenas de Portugal; Neymar Jr. é o 2º colocado entre todos os jogadores;

– Cerca de 90% dos jogadores estão ativos nas redes sociais;

– No total, os jogadores têm mais de 2,5 bilhões de seguidores.

Nas próximas quatro semanas, 32 países disputarão a 21ª edição da Copa do Mundo, na Rússia. E, se considerarmos os resultados das mídias sociais, Portugal é o campeão; e o Brasil fica com a 2ª colocação. Somando-se o número de seguidores nas plataformas Facebook, Twitter e Instagram, os 23 jogadores do atual campeão Europeu acumulam mais de 360 milhões de seguidores. E, sozinho, Cristiano Ronaldo, o líder indiscutível entre todos os atletas, conta com incríveis 320 milhões de fãs.

Mas, se graças ao astro Portugal leva esse título para casa, o Brasil não faz feio. O País fica com o vice-campeonato, seguido pela Espanha, com 350 milhões e 333 milhões de fãs, respectivamente. Argentina, com 282 milhões, e Alemanha, com 238 milhões, completam o Top 5. A Seleção Brasileira tem mais seguidores do que 20 dos países que disputam a Copa somados. Entre eles, Croácia, Polônia, Japão, Dinamarca, Rússia, Suécia e Austrália. A lanterna do ranking fica com a novata Islândia, com apenas 700 mil seguidores.

Estas são as principais descobertas de um estudo de mídias sociais conduzidos pela rede de RP internacional ECCO, em parceria com a ADS Comunicação Corporativa, que é a representante oficial no país da rede mundial de agências. Para realizar o levantamento, os especialistas da ECCO e da ADS analisaram a atividade nas mídias sociais de todos os 23 jogadores convocados dos 32 países participantes do torneio. No total, as agências parceiras da ECCO nos seis continentes analisaram 736 jogadores em todo o mundo. Para a avaliação, o número de seguidores e fãs no Facebook, Twitter e Instagram foram somados.

Juntos, os jogadores têm um total de 2,5 bilhões de seguidores nas três plataformas de mídia social. Sendo que 89% deles (655 jogadores) são ativos nas redes e estão presentes em pelo menos uma delas. Considerando apenas o Instagram, os jogadores têm um total de 1,1 bilhão de seguidores, o que corresponde a uma fatia de 43%. O Instagram claramente é o preferido: 81% dos 736 atletas possuem conta na plataforma.

Por outro lado, cada seleção tem a sua ‘estrela’ nas mídias sociais. Somados, os primeiros lugares de cada uma das 32 seleções têm cerca de 1,2 bilhão de seguidores. O que significa que apenas eles representam 47% do total de seguidores da pesquisa. Sílvia Balzan, diretora da ADS Comunicação Corporativa explica: “Os principais jogadores transformam seus nomes em uma marca e estão entre os mais importantes influenciadores no mundo digital. Seu alcance os tornam embaixadores extremamente atrativos da marca para as empresas. Quase todos os profissionais do futebol no mundo utilizam as redes sociais atualmente. Apenas 10% ainda se negam a fazer parte desse universo”.

Brasil é um dos mais ativos nas redes sociais

Em seis dos países participantes, todos os jogadores convocados estão presentes em pelo menos uma das três redes sociais analisadas pelo estudo. Os brasileiros, por sua vez, são os mais presentes. Todos os jogadores estão ativos, utilizando regularmente 63 perfis dos 69 possíveis nos canais. Apenas o goleiro Cássio, os zagueiros Thiago Silva e Pedro Geromel, o meia Renato Augusto e os atacantes Roberto Firmino e Taison não estão presentes em alguma das plataformas.

E como os jogadores do Brasil estão se saindo? O líder absoluto nesse quesito é Neymar Jr., com 191 milhões de fãs. Na sequência, aparecem Marcelo, com 53 milhões e William e Cássio, com 14 milhões. Os quatro jogadores representam 78% do total da seleção. No geral, além de Cristiano Ronaldo e Neymar Jr., Lionel Messi (Argentina), com 181 milhões, James Rodríguez (Colômbia), com 86 milhões e Andrés Iniesta (Espanha), com 73 milhões de fãs, completam a lista dos cinco primeiros.

A ECCO também investigou em qual plataforma os atletas têm mais fãs e seguidores. O resultado mostra que o Instagram é o primeiro, com 43%, seguido por Facebook com 33% e Twitter com 24%.

http://www.portaldapropaganda.com.br/noticias/16501/na-copa-do-mundo-das-midias-sociais-brasil-fica-com-o-vice-campeonato-portugal-leva-o-titulo-gracas-a-cristiano-ronaldo/

Fonte da notícia…